Alimentação saudável na terceira idade: confira o que os idosos precisam saber

À medida que envelhecemos, nosso corpo passa por mudanças tanto por fora quanto por dentro. Nessa fase da vida, é essencial cuidar da saúde, concentrando-se em hábitos que promovam uma vida mais saudável e duradoura, como a alimentação saudável, indispensável para idosos.

Uma alimentação equilibrada desempenha um papel crucial na manutenção da saúde dos idosos, auxiliando na manutenção de um peso saudável e na obtenção de energia.

Além de fornecer nutrientes essenciais, uma dieta saudável para idosos também reduz o risco de doenças crônicas, como problemas cardíacos e diabete. Veja a seguir mais detalhes da importância de criar bons hábitos alimentares.

Alimentação na terceira idade: qual a importância?

Confira a seguir dicas para manter uma alimentação saudável para idosos, e prolongue uma vida mais ativa. (Fonte: Edição/Jornal JF)
Confira a seguir dicas para manter uma alimentação saudável para idosos, e prolongue uma vida mais ativa. (Fonte: Reprodução Google)

À medida que envelhecemos, muitas das vezes precisamos fazer uso de medicamentos, o que normalmente afeta nosso apetite, paladar, sede e absorção de nutrientes.

Essas mudanças podem resultar em perda de peso, o que não é ideal nessa fase da vida, a menos em casos de problemas de saúde específicos. Como o idoso corre maior risco de desnutrição e desidratação, é fundamental cuidar da alimentação.

Leia mais: Reajuste nas Contribuições do INSS em 2024: Novas Regras e Como se Preparar

Por isso, aposentado ou pensionista do INSS, se perceber uma perda de peso não intencional, é importante procurar orientação médica para descartar problemas de saúde sérios.

Além disso, é crucial entender que a alimentação para o idoso não deve ser vista como um sacrifício. Restrições alimentares devem ser feitas apenas com a orientação de profissionais. Uma alimentação equilibrada nessa fase envolve principalmente alimentos frescos, saborosos e preparados em casa com ingredientes saudáveis.

CLIQUE AQUI e receba as PRINCIPAIS NOTÍCIAS do JORNAL JF pelo WhatsApp

Viver mais e mais forte

Comer bem é importante para fortalecer a imunidade, manter um peso saudável e diminuir os riscos de problemas como doenças cardíacas, derrames, pressão alta, diabete, osteoporose e câncer.

Leia mais: EXCLUSIVO: Aposentados e Pensionistas terão DINHEIRO EXTRA na Conta! Veja o Calendário!

Além disso, quando combinada com a prática regular de exercícios, uma alimentação saudável para aposentados pode ajudar a manter a agilidade e, assim, a independência.

Aguçar a mente

A ciência já comprovou que comer frutas, legumes, peixe, nozes e alimentos com ômega-3 e gorduras saudáveis pode ajudar a aumentar a concentração e reduzir o risco de Alzheimer.

Leia mais: Novas regras para aposentadoria INSS em 2024: O que você precisa saber

Além disso, o consumo de alimentos antioxidantes, como o chá-verde, pode melhorar a memória.

Dicas de alimentação saudável para idosos

As orientações sobre alimentação para os idosos são bastante parecidas com as recomendações para adultos mais jovens. No entanto, para quem tem mais de 60 anos, é recomendado consumir mais carne, leite, derivados, leguminosas e castanhas, pois esses alimentos têm mais proteína, que é um nutriente mais difícil de ser digerido e absorvido pelos idosos.

Leia mais: OFICIAL: NOVO SALÁRIO MÍNIMO – Calendário de Pagamentos 2024 DATAS E VALORES! CONFIRA

Além disso, é crucial incluir hortaliças e frutas na dieta, pois até 60% dos aposentados e pensionistas na terceira idade podem ter carência de algumas vitaminas presentes nesses alimentos.

Vitaminas e minerais importantes para idosos

Com o envelhecimento, o nosso corpo processa os nutrientes de maneira diferente. Isso, juntamente com as doenças mais comuns nessa fase, torna necessário ingerir alguns minerais e vitaminas.

  • Água – À medida que envelhecemos, a vontade de beber água diminui, o que pode levar à desidratação. Por isso, é recomendável beber água mesmo quando não estamos com sede. É essencial verificar se estamos urinando o suficiente e se a urina está clara. Além disso, é útil observar se a língua está úmida e a saliva fluida.

Leia mais: Reajuste nas Contribuições do INSS em 2024: Novas Regras e Como se Preparar

  • Vitamina B – Após os 50 anos, o estômago produz menos ácido gástrico, dificultando a absorção da vitamina B12. Essa vitamina é importante para a saúde do sangue e do sistema nervoso. Encontrada em alimentos ricos em proteínas, é recomendável complementar a dieta com B12 por meio de alimentos fortificados e suplementos vitamínicos, se necessário.
  • Vitamina D – Com o avanço da idade, a pele torna-se menos eficiente na produção de vitamina D. Portanto, é crucial conversar com o médico sobre a possibilidade de suplementar a dieta com essa vitamina.

Veja Também:

INSS e GOVERNO vão ANTECIPAR o 13° SALÁRIO para Aposentados e Pensionistas em 2024! (Fonte/Edição: Jornal JF)

Dica bônus:

Receba nossas informações diariamente de forma gratuita, nos seguindo em nossas redes sociais:

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM!

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK!

Dica extra: Tenha todas as informações de forma rápida e sem precisar ler as notícias: Clique aqui, se inscreva em nosso canal do Youtube e assista.