CONFIRA: O que Fazer se a Mudança de Conta no INSS Bloqueou seu Benefício para Empréstimo?

Um dos contratempos mais frustrantes é descobrir que o benefício está bloqueado para empréstimos. Muitas vezes, essa situação surge após uma simples mudança na conta onde recebe o benefício, o que pode gerar um bloqueio de até 60 dias.

Mas não se preocupe, neste artigo, será explorado como desbloquear o benefício para quem busca opções de crédito. Além disso, serão discutidas outras situações que podem levar ao bloqueio do benefício para empréstimos, garantindo que os todos estejam preparados.

Continue a leitura e saiba mais!

Desbloqueio do benefício para empréstimo: um guia simples

Aposentados e pensionistas podem ter o benefício bloqueado para empréstimo por 60 dias (Fonte: Edição/Jornal JF)
Aposentados e pensionistas podem ter o benefício bloqueado para empréstimo por 60 dias (Fonte: Edição/Jornal JF)

Quando um aposentado ou pensionista se depara com a frustração de um benefício bloqueado para empréstimos, a solução pode estar mais ao alcance do que se imagina. Atualmente, o processo de desbloqueio tornou-se mais acessível, podendo ser realizado de forma simples através do site ou aplicativo Meu INSS.

Assim, essa facilidade permite que o beneficiário solicite o desbloqueio sem precisar se deslocar até uma agência física, garantindo mais praticidade e comodidade.

Leia mais: Calendário de Pagamentos do INSS: Entenda as Datas e Como Consultar Seu Extrato

Uma vez que o desbloqueio é solicitado, o beneficiário pode acompanhar o processo através do extrato de consignado, onde será sinalizado quando estiver liberado para novos empréstimos ou portabilidades.

Embora o prazo para o desbloqueio possa variar, em média, leva cerca de 30 dias para que o INSS conclua o processo.

CLIQUE AQUI e receba as principais notícias do JORNAL JF pelo WhatsApp

Outros motivos de bloqueio e como agir

Além da mudança na conta de recebimento do benefício, que bloqueia por 60 dias, existem outras situações que podem levar ao bloqueio do benefício para empréstimos. Por isso, é importante que os aposentados e pensionistas estejam cientes desses possíveis obstáculos e saibam como agir caso se deparem com eles.

Leia mais: Mudanças Potenciais no BPC: Fique por dentro de todas as informações

  • Benefício bloqueado por concessão: Quando o beneficiário acabou de receber a concessão do benefício, é comum que ele seja bloqueado temporariamente para empréstimos. Nesses casos, é necessário aguardar o prazo de 90 dias a partir da data de concessão para solicitar o desbloqueio.
  • Benefício bloqueado por alteração na conta de recebimento: Se houver uma alteração na instituição financeira responsável pelo pagamento do benefício, isso pode resultar no bloqueio temporário para empréstimos. Nesse caso, o benefício ficará bloqueado por um período de 60 dias a contar da data da alteração.
  • Benefícios não consignáveis: Existem benefícios concedidos pelo INSS que não estão autorizados para empréstimos consignados. É importante verificar se o benefício em questão se enquadra nessa categoria antes de tentar solicitar o desbloqueio.

Agora que você já sabe o que pode causar bloqueio de benefícios, confira abaixo o passo a passo para desbloquear seu benefício.

Passo a passo para desbloquear o benefício

Ao seguir esses passos, os aposentados e pensionistas podem resolver rapidamente a questão do bloqueio do benefício e retomar suas opções de empréstimo.

Você pode fazer a solicitação tanto pelo site quanto pelo aplicativo Meu INSS, acessando com o CPF e a senha cadastrada.

Para realizar a solicitação, siga o passo a passo:

  1. Acesse o portal Meu INSS com sua conta gov.br. Confira se o seu benefício está bloqueado para empréstimo. Se estiver, clique em “Do que você precisa?”.
  2. Em seguida, digite “Desbloqueio de benefício para Empréstimo Consignado” e selecione a primeira opção.
  3. Verifique se o seu benefício está ativo. Depois, clique na seta.
  4. Se o benefício estiver bloqueado, clique no botão “Avançar”.
  5. Verifique se você NÃO se enquadra em nenhuma das situações descritas. Se estiver tudo certo, clique em ”Avançar”.
  6. Você precisa inserir a documentação necessária em formato digital (PDF) para fazer o desbloqueio.
  7. Preencha o formulário completo de dados do requerente e clique em ”Avançar”.

Portanto, para acessar a área de solicitação, siga estas sugestões detalhadas:

Acesse o Meu INSS

Para acessar o Meu INSS, use o login e senha cadastrados no site ou aplicativo, mas se ainda não possui login, acesse o Meu INSS, insira seu CPF e siga as instruções para cadastrar sua senha.

Entretanto, se você possui conta no Gov.Br, saiba que com esse único cadastro é possível acessar diversos serviços, incluindo o Meu INSS.

Acesse a opção Novo Pedido

Após fazer o login, será redirecionado para a tela inicial do Meu INSS. Procure e clique na opção “Novo pedido”.

Busque o serviço desejado

  • Abra um requerimento para solicitar o desbloqueio do benefício para empréstimo consignado.
  • Clique em “Novo requerimento” e digite “desbloquear” no campo “Que atendimento você deseja”.
  • Carregue a opção “Bloquear/Desbloquear Benefício para Empréstimo Consignado”.

O processo é todo feito à distância e exige atendimento presencial apenas se precisar de comprovação adicional.

Solicite o desbloqueio do benefício

Agora, aparecerão informações importantes referentes às regras do consignado. Leia e verifique se está tudo certo para avançar.

Lembre-se de que se o benefício foi concedido há menos de 90 dias, é importante aguardar os prazos corretos para solicitar o desbloqueio do empréstimo.

Então, será exibida uma tela com mais informações sobre o desbloqueio, e você pode clicar em avançar novamente.

Na solicitação do desbloqueio, carregue os arquivos com a documentação necessária para continuar no formato PDF, colorido 24 bits e com qualidade 150 DPI.

Cada arquivo deve ter o tamanho máximo de 5 MB e o tamanho total não pode ser maior que 50 MB, caso seja necessário carregar mais de um.

Preencha informações nos campos de:

  • Email;
  • Telefone;
  • CPF;
  • Se deseja acompanhar o processo por email;
  • Número do Benefício.

Responda os outros campos de informações opcionais e clique em avançar para concluir esta etapa.

Documentos necessário para solicitar o desbloqueio do benefício

Para solicitar o desbloqueio do benefício, o titular da aposentadoria ou pensão deve apresentar os seguintes documentos:

– CPF do titular do benefício (obrigatório);

– Para beneficiários com representante legal, é necessário apresentar documento de identificação com foto (RG, CNH ou Carteira de Trabalho);

Termo de representação legal, em casos de tutela, curatela, ou termo de guarda.

Ademais, é importante ressaltar que o procurador não tem permissão para realizar o desbloqueio do benefício. Portanto, não há viabilidade solicitar empréstimo consignado para benefícios com procurador cadastrado.

Leia mais: Oscar 2024: Onde assistir a filmes indicados?

Conclusão

Em resumo, quando o benefício do INSS fica bloqueado para empréstimos, seja por mudança na conta de recebimento ou outros motivos, é fundamental agir rapidamente para resolver a situação. Dessa forma, com os recursos disponíveis através do site e aplicativo Meu INSS, o processo de desbloqueio tornou-se mais acessível do que nunca.

Portanto, ao entender os motivos do bloqueio e seguir o passo a passo fornecido, os aposentados e pensionistas podem garantir que tenham acesso às opções de crédito de que precisam.

Veja Também:

ATENÇÃO: INSS vai PAGAR automaticamente VALORES na CONTA dos APOSENTADOS (Fonte: João Financeira TV).

Dica bônus:

Receba nossas informações diariamente de forma gratuita, nos seguindo em nossas redes sociais:

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM!

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK!
Dica extra: Tenha todas as informações de forma rápida e sem precisar ler as notícias: Clique aqui, se inscreva em nosso canal do Youtube e assista.