Justiça Autoriza Pagamentos do INSS: Mais de R$ 2 Bilhões Disponíveis

Depois da Reforma da Previdência em 2019, muitos aposentados no Brasil passaram a receber a sua aposentadoria, pensão ou outro benefício da Previdência Social. No entanto, podem estar recebendo de forma errada, daí os valores atrasados do INSS.

Por essa razão, o INSS confirmou o pagamento de uma grande bolada para aposentados e pensionistas da Previdência Social em 2024, com relação a valores de ações de revisões da Previdência solicitadas pelos aposentados.

Veja a seguir tudo sobre os valores atrasados do INSS pagos em 2024. Leia na íntegra!

Do que se tratam os atrasados do INSS?

Entenda tudo sobre os valores atrasados do INSS, e saiba como garantir seu pagamento. (Fonte: Edição/Jornal JF)
Entenda tudo sobre os valores atrasados do INSS, e saiba como garantir seu pagamento. (Fonte: Edição/Jornal JF)

Os valores atrasados podem ser chamados de Requisições de Pequeno Valor (RPVs), ou de Precatórios. Nas Requisições, as ações são de até 60 salários mínimos. Todavia, as que são acima deste valor, são os Precatórios.

Em se tratando das Requisições, emitem-se para os segurados que venceram ações judiciais contra o INSS. No entanto, para ser elegível a uma Requisição, o segurado precisa ter finalizado a ação judicial com um pagamento determinado pela Justiça.

Leia em seguida: Como fazer Prova de Vida Online? Descubra agora

Por essa razão, os segurados podem entrar solicitando uma revisão através da via administrativa ou Judicial contra o INSS, ou seja, para solicitar que o instituto faça uma nova análise na aposentadoria, pensão ou outro benefício da Previdência Social.

CLIQUE AQUI e receba as PRINCIPAIS NOTÍCIAS do JORNAL JF pelo WhatsApp

Em seguida, aqueles que vencem na Justiça contra o INSS, passam a ter direito dos valores retroativos, também chamados de atrasados, e o INSS passa a se tornar devedor desses segurados.

De que forma é realizado o cálculo dos valores?

Em síntese, no cálculo realizado através do INSS, os valores atrasados começam a ser contados a partir da DER (Data de Entrada do Requerimento), que é o dia em que o segurado faz o agendamento do pedido de benefício no INSS.

Nesse sentido, os atrasados são as diferenças não pagas em até cinco anos antes do pedido. E assim, o cálculo para pagar os atrasados na Justiça, também vai ser realizado a partir da DER, mas, se não houve pedido no posto, os atrasados começam a contar da data de início da ação.

Leia em seguidaOportunidade! Abertura de 5 mil vagas para aquisição de CNH gratuita pela Habilitação Social

Em se tratando do cálculo na Justiça, o cálculo vai ser realizado de acordo com salário mínimo vigente. E assim, ações de até 60 salários mínimos são abertas no Juizado Especial Federal, e se tratam das Requisições de Pequeno Valor.

No entanto, as ações acima de 60 salários mínimos, chamadas de Precatórios, terão os pagamentos realizados pelo Governo, uma vez ao ano. É fundamental ter liberação dos valores entre julho de um ano e de outro, e o Governo tem até 31 de dezembro do ano seguinte para pagar.

Leia em seguida: Revelado: Como Transformar seu BPC em Aposentadoria e Ampliar seus Benefícios Financeiros!

Destaca-se que, os pagamentos dos atrasados feitos no INSS são corrigidos pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), que é a inflação usada na correção dos salários nos trabalhadores. No entanto, no Judiciário, será corrigido pelo IPCA-E (Índice de Preços ao Consumidor Amplo – Especial).

Aprenda sobre como consultar os atrasados do INSS

Neste ano de 2024, mais de R$ 2 bilhões de valores atrasados vão ser liberados pelo Conselho da Justiça Federal (CJF) aos aposentados que venceram ações de concessão e revisão de aposentadorias, pensões ou auxílios contra o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). Veja a seguir como consultar os valores.

Leia em seguida: Conheça os 7 Principais Direitos do Idoso Garantidos Pelo Estatuto no Brasil

TRF 1ª Região (sede no DF, com jurisdição no DF, MG, GO, TO, MT, BA, PI, MA, PA, AM, AC, RR, RO e AP)
Previdenciárias/Assistenciais: R$ 636.745.239,81 (30.737 processos, com 35.870 beneficiários)

TRF da 2ª Região (sede no RJ, com jurisdição no RJ e ES)
Previdenciárias/Assistenciais: R$ 147.385.947,79 (6.636 processos, com 9.099 beneficiários)

Leia em seguida: EXCLUSIVO: 3 Novos Aumentos em Aposentadorias do INSS! Consulte Agora Qual Você Pode Solicitar

TRF da 3ª Região (sede em SP, com jurisdição em SP e MS)
Previdenciárias/Assistenciais: R$ 250.475.612,98 (8.410 processos, com 10.413 beneficiários)

TRF da 4ª Região (sede no RS, com jurisdição no RS, PR e SC) Previdenciárias/Assistenciais: R$ 384.329.155,63 (20.248 processos, com 26.760 beneficiários)

TRF da 5ª Região (sede em PE, com jurisdição em PE, CE, AL, SE, RN e PB)Previdenciárias/Assistenciais: R$ 247.136.314,05 (13.004 processos, com 21.583 beneficiários)

Leia em seguida: Leilão da Caixa: Como Adquirir Imóveis Baratos? Descubra as Estratégias!

Depois de termos dito tudo que você precisa saber, consulte um Especialista em Direito Previdenciário para saber qual o andamento do seu processo e dos valores que você vai receber. Assim, para mais informações, continue no Jornal JF.

Veja também:

ATENÇÃO: APOSENTADOS Poderão RECEBER VALORES ATRASADOS do INSS – SAIU a LISTA. (Fonte: João Financeira TV)

Dica bônus:

Receba todas as nossas informações diariamente de forma gratuita, nos seguindo em nossas redes sociais:

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM!

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK!

Dica extraTenha todas as informações de forma rápida e sem precisar ler as notícias: Clique aqui, se inscreva em nosso canal do Youtube e assista.