Alerta do Ministério da Saúde: Ivermectina não é eficaz contra dengue

A polêmica em torno da ivermectina volta a ganhar destaque, desta vez como suposta solução para enfrentar a dengue. Segundo informações do Ministério da Saúde, trata-se de um boato disseminado, inclusive por alguns profissionais de saúde em suas redes sociais, porém sem dados ou fontes que comprovem tal informação.

Esse medicamento, conhecido por seu uso como antiparasitário, foi defendido durante a pandemia de COVID-19 como parte de um tratamento precoce contra a doença, mas sem eficácia comprovada. A pasta ressalta que, na época, estudos já haviam demonstrado a ineficácia do remédio no combate ao coronavírus.

“Para ficar claro: a ivermectina também não é eficaz em diminuir a carga viral da dengue. O Ministério da Saúde não reconhece qualquer protocolo que inclua o remédio para o tratamento da doença”, alertou o governo federal em nota. “Disseminação de fake news, principalmente quando se trata de um cenário epidemiológico que pede atenção, é extremamente perigoso”, completou. Confira na íntegra.

Para que é que serve ivermectina?

Veja a seguir: Ministérios da Saúde alerta sobre uso da Ivermectina para tratamento de dengue. (Fonte: Reprodução Google)
Veja a seguir: Ministérios da Saúde alerta sobre uso da Ivermectina para tratamento de dengue. (Fonte: Reprodução Google)

A Ivermectina é um medicamento reconhecido por sua eficácia contra diversas espécies de parasitas e vermes. Sua ação é direta: ela paralisa a musculatura desses organismos, levando à sua morte e posterior eliminação do corpo.

Leia mais: 13º Salário com Aumento: Todos no INSS Terão Ganho Extra – Veja o Calendário!

É crucial ressaltar que a venda desse medicamento é permitida apenas com prescrição médica. Devido ao seu amplo uso por mais de 40 anos, a ivermectina é considerada muito segura.

No entanto, é fundamental praticar o uso responsável deste remédio, seguindo as orientações corretas. Utilize-o na dose adequada e pelo tempo prescrito pelo médico.

CLIQUE AQUI e receba as nossas PRINCIPAIS NOTÍCIAS pelo WhatsApp

Tratamento para a dengue

Seguindo as diretrizes do Ministério da Saúde, o protocolo oficial para tratamento da dengue envolve uma avaliação dos sintomas pelo médico através de uma conversa com o paciente. Dependendo do quadro clínico, o profissional poderá solicitar exames laboratoriais.

Para casos leves de dengue, a recomendação é repouso durante o período de febre, manter-se bem hidratado (ingerindo líquidos) e utilizar paracetamol ou dipirona para aliviar dores e febre. Além disso, é importante ressaltar que o paciente não deve tomar ácido acetilsalicílico. Na maioria das situações, ocorre a recuperação espontânea após cerca de 10 dias.

Leia mais: BBB 24: Aliados de Wanessa se revoltam com cantora!

“É muito importante retornar imediatamente ao serviço de saúde em caso de sinais de alarme (dor abdominal intensa e contínua, náuseas, vômitos persistentes e sangramento de mucosas). O protocolo sugere a internação do paciente para o manejo clínico adequado”, reforçou o ministério.

O Ministério da Saúde enfatiza que as condutas clínicas recomendadas são respaldadas por evidências científicas sólidas, garantindo a segurança dos pacientes. Além disso, destaca que os medicamentos prescritos para o tratamento possuem aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Vacina

Ao longo do ano de 2024, está prevista a vacinação de cerca de 3,2 milhões de pessoas contra a dengue no Brasil. No entanto, essa estimativa leva em conta a capacidade limitada de produção das doses pelo laboratório Takeda, responsável pela vacina Qdenga.

Leia mais: João Financeira te ensinará como viver uma vida sem dívidas – Participe do Jornada da Riqueza

O imunizante, que será disponibilizado ainda este mês em 521 municípios selecionados, será aplicado na rede pública de saúde em crianças e adolescentes com idades entre 10 e 14 anos. Essa iniciativa visa proteger a população mais jovem contra os riscos dessa doença transmitida por mosquitos.

Veja Também:

JOÃO FINANCEIRA ao VIVO REVELA 3 NOVIDADES para TODOS (Fonte: João Financeira TV).

Dica bônus:

Receba nossas informações diariamente de forma gratuita, nos seguindo em nossas redes sociais:

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM!

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK!

Dica extra: Tenha todas as informações de forma rápida e sem precisar ler as notícias: Clique aqui, se inscreva em nosso canal do Youtube e assista.