Prova de Vida do INSS: Descubra como funciona em 2023

No contexto pós-pandêmico, a prova de vida do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) passou por diversas alterações significativas. Para se adequar ao novo normal imposto pela Covid-19, o procedimento se tornou digital, proporcionando segurança e comodidade para os beneficiários. Com o advento da tecnologia aliada à necessidade de distanciamento social, a tradicional prova de vida presencial se transformou e adaptou-se ao ambiente online, tornando possível a realização do procedimento sem a necessidade de sair de casa.

LEIA MAIS: Alterações no Salário Mínimo Prometem Impacto Positivo em 2024 – Conheça os novos valores

Para os aproximadamente 38 milhões de brasileiros que recebem algum tipo de benefício do INSS, essa mudança representa uma inovação importante. Dentre eles, mais de 21 milhões são aposentados. Uma vez ao ano, todos esses beneficiários precisam comprovar que estão vivos para continuar recebendo seus respectivos benefícios. Este protocolo, conhecido como “prova de vida”, tem o intuito de evitar fraudes, tais como pagamentos indevidos a terceiros.

LEIA AGORA: EXTRA INSS: Novo Pagamento Para Milhares – Confira Seu Nome na Lista 

Como funciona o novo sistema de prova de vida do INSS?

A partir de 2023, a comprovação de vida se tornou responsabilidade do INSS e não mais do beneficiário. O INSS passa então a realizar um cruzamento de dados com a finalidade de confirmar se os beneficiários realizaram algum ato registrado nas bases de dados da autarquia, ou mantidas e administradas pelos órgãos públicos federais, além de estaduais e municipais.

LEIA MAIS: Como obter Pagamentos Atrasados do INSS: Guia para Beneficiários

Quais são os atos válidos para comprovação de vida?

De acordo com o governo, os atos válidos para comprovação de vida incluem: acesso ao aplicativo Meu INSS com o selo ouro ou outros aplicativos e sistemas dos órgãos públicos que possuam certificação de controle de acesso, no Brasil ou no exterior; realização de empréstimo consignado efetuado por reconhecimento biométrico. Qualquer ação realizada ou atualizada nos 10 meses seguintes ao mês de aniversário do beneficiário será considerada como prova de vida.

VEJA AGORA: Lula vai pagar o 14º Salário? Tire suas dúvidas sobre o Abono Extra do INSS

Como efetuar a prova de vida digital?

A Prova de Vida digital pode ser realizada pelo aplicativo gov.br, utilizando o recurso de reconhecimento facial. O aplicativo é capaz de confirmar a presença do beneficiário e compartilha essa confirmação com a instituição responsável pela administração dos benefícios. No tutorial a seguir, apresentamos o passo a passo deste processo:

LEIA MAIS: Beneficiários do INSS: Como Solicitar Seu Auxílio-Doença Online e Saltar a Fila Agora!

  1. Primeiramente, é necessário baixar o aplicativo gov.br no celular;
  2. Após a instalação, faça login com seu CPF e senha;
  3. Em seguida, siga as instruções para o processo de reconhecimento facial;
  4. Ao completar o procedimento, o aplicativo confirmará que o beneficiário está vivo;
  5. Depois disso, o INSS será notificado automaticamente, validando a Prova de Vida do beneficiário.

Em um mundo cada vez mais digital, é essencial que orgãos públicos como o INSS se adaptem para oferecer comodidade e segurança a todos os beneficiários. Diante desta realidade, é esperado que mais serviços passem a ser oferecidos de forma digital no futuro.

VEJA AGORA: INSS: Auxílio-Doença Agora é Prorrogado Automaticamente! Confira novas regras