Suspensão do Consignado por 180 dias – Veja quem tem direito e como solicitar agora

Como funciona a suspensão do consignado por 180 dias? A Lei do Superendividamento entrou em vigor em 2021, mais exatamente em julho. Portanto, por meio dessa lei, os aposentados do INSS, poderiam renegociar suas dívidas adquiridas por meio da contratação de empréstimos consignados. 

Hoje em dia, há inúmeros aposentados endividados e uma das principais razões é o empréstimo do INSS. Afinal, com a facilidade de conseguir o crédito, muitos acabam não fazendo um planejamento financeiro, ficando sem valores disponíveis para a sobrevivência básica.

No entanto, houve uma mudança! Veja, a seguir, como fazer a suspensão do consignado por 180 dias.

Conheça a Lei do Superendividamento

A suspensão do consignado pode ser uma luz para muitos aposentados endividados (Fonte: Edição/Notícia de Última Hora)
A suspensão do consignado pode ser uma luz para muitos aposentados endividados (Fonte: Edição/Notícia de Última Hora)

A Lei do superendividamento tem o intuito de diminuir os encargos cobrados em renegociações de dívidas dos aposentados. Portanto, ela dá a possibilidade de ter a renegociação do empréstimo consignado. Ou seja, uma boa solução para os que enfrentam problemas financeiros. 

Leia mais: SEM BUROCRACIA: INSS Facilita com PAGAMENTO AUTOMÁTICO DE BENEFÍCIO – Veja Como Funciona!

Sendo assim, a lei tem o objetivo de regularizar o crédito concedido, evitando o superendividamento. Portanto, é uma forma de renegociar suas dívidas diretamente com os credores. A lei permite que o aposentado conte com uma segurança quando estiver enfrentando o superendividamento. Ou seja, a suspensão do consignado em caso de grandes débitos.

CLIQUE AQUI e receba as PRINCIPAIS NOTÍCIA de Última Hora pelo WhatsApp

Suspensão empréstimo consignado 180 dias

Durante a pandemia, a crise econômica ocasionou impactos especialmente para os brasileiros em situação de pobreza, com consequências variadas nas finanças dos aposentados e pensionistas. Afinal, eles tiveram que lidar com o aumento dos preços dos alimentos, medicamentos e serviços básicos.

Além do acesso à saúde ter se tornado ainda mais complexo, impactando os idosos que frequentemente necessitam de tratamentos regulares. Então, o projeto de lei que propõe a suspensão do consignado visa autorizar, de forma excepcional, empresas privadas e entidades públicas a interromper os descontos por um período de 180 dias.

Leia mais: BOA NOTÍCIA: Anúncio oficial: APOSENTADOS receberão AUMENTO de R$141 – Saiba mais agora!

No período pós-pandemia, a suspensão do consignado por 180 dias trará alívio financeiro aos aposentados e pensionistas que contrataram empréstimos. Além disso, permitirá que eles possam se reestruturar financeiramente e se recuperar dos impactos causados pela crise econômica.

Em virtude de sua idade avançada e suas condições físicas, encontrar emprego ou obter uma renda extra consiste em um desafio para os aposentados e pensionistas. Desse modo, a suspensão temporária dos pagamentos do consignado seria um auxílio para eles na busca por uma vida digna.

O mínimo existencial

O mínimo para viver é definido pelo governo federal. Portanto, segundo o Decreto nº 11.567, assinado pelo presidente Lula e publicado no Diário Oficial da União no início do ano, o novo valor do mínimo existencial é de R$600, ou seja, se esse valor for atingido na remuneração do aposentado, será possível cancelar as parcelas dos descontos do consignado em seu pagamento.

Leia mais Taxas de Juros em Queda no INSS: Mais Dinheiro para os Aposentados

Veja também:

FOI APROVADA a SUSPENSÃO dos EMPRÉSTIMOS para APOSENTADOS e PENSIONISTAS do INSS (Fonte: João Financeira TV)

Dica bônus:

Receba nossas informações diariamente de forma gratuita, nos seguindo em nossas redes sociais:

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM!

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK!

Dica extra: Tenha todas as informações de forma rápida e sem precisar ler as notícias: Clique aqui, se inscreva em nosso canal do Youtube e assista.