Aumenta casos de dengue em todos país – Confira sintomas da doenças, cuidados e como evitar

Com o aumento preocupante dos casos de dengue em todo o país, é essencial que a população esteja ciente dos sintomas da doença, dos cuidados necessários e das formas de prevenção.

A dengue, uma doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, pode causar complicações graves, principalmente em pessoas mais velhas e com condições de saúde pré-existentes.

Neste artigo, serão abordadas informações importantes sobre a dengue, desde os sintomas até as medidas preventivas. Continue a leitura e saiba mais!

O que é a dengue e seus sintomas

Estar atento aos sintomas da dengue é essencial para evitar complicações. (Fonte: Reprodução Google)
Estar atento aos sintomas da dengue é essencial para evitar complicações. (Fonte: Reprodução Google)

A dengue é uma doença viral transmitida pela picada do mosquito Aedes aegypti. Ela faz parte de um grupo de infecções conhecido como arboviroses e pode se manifestar de forma leve a grave.

Leia mais: Calendário de Pagamentos do INSS: Entenda as Datas e Como Consultar Seu Extrato

Os sintomas mais comuns incluem febre alta, dores musculares e articulares, dor de cabeça intensa, náuseas, vômitos e manchas vermelhas na pele.

Em casos mais graves, podem ocorrer complicações como hemorragias, acúmulo de líquidos em cavidades corporais e sangramento de mucosas.

É importante destacar que, embora a dengue possa afetar pessoas de todas as idades, os idosos e aqueles com condições de saúde crônicas têm um risco maior de desenvolver complicações.

CLIQUE AQUI e receba as principais notícias do JORNAL JF pelo WhatsApp

Tratamento, diagnóstico e cuidados preventivos

O diagnóstico da dengue geralmente é clínico, baseado nos sintomas apresentados pelo paciente. Não há um medicamento específico para tratar a doença, mas é fundamental buscar assistência médica para orientações adequadas. O tratamento consiste principalmente em repouso, ingestão de líquidos, e, em caso de febre ou dor, o uso de medicamentos como paracetamol ou dipirona.

Leia mais: Mudanças Potenciais no BPC: Fique por dentro de todas as informações

Além disso, é importante estar atento aos sinais de alarme, como dor abdominal intensa, vômitos persistentes e sangramentos, que podem indicar agravamento do quadro.

Assim, para prevenir a dengue é essencial eliminar os criadouros do mosquito Aedes aegypti, evitando o acúmulo de água parada em recipientes como pneus, vasos de plantas, e caixas d’água, e também utilizando repelentes e roupas que cubram a maior parte do corpo, especialmente durante o período de maior atividade do mosquito.

Vacina contra a dengue

Uma medida importante na prevenção da dengue é a vacinação. Atualmente, existe uma vacina disponível no Brasil, a Dengvaxia, que foi aprovada para uso em pessoas entre 9 e 45 anos de idade.

Esta vacina, desenvolvida pelo laboratório francês Sanofi Pasteur, é administrada em três doses, com intervalo de seis meses entre elas. Ela é eficaz contra os sorotipos 1, 2, 3 e 4 do vírus da dengue e pode reduzir significativamente o risco de desenvolver a forma grave da doença.

Leia mais: Oscar 2024: Onde assistir a filmes indicados?

Além disso, é importante ressaltar que a vacinação não substitui outras medidas preventivas, como o combate ao mosquito vetor, mas é uma ferramenta importante no controle da doença, especialmente em regiões com alta incidência de casos de dengue.

Veja Também:

ATENÇÃO: INSS vai PAGAR automaticamente VALORES na CONTA dos APOSENTADOS (Fonte: João Financeira TV).

Dica bônus:

Receba nossas informações diariamente de forma gratuita, nos seguindo em nossas redes sociais:

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM!

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK!
Dica extra: Tenha todas as informações de forma rápida e sem precisar ler as notícias: Clique aqui, se inscreva em nosso canal do Youtube e assista.